24/06/2017

Luiz Gonzaga: rei do baião, rei do Nordeste


A BLUEZinada! é nordestina da gema. Aproveitando os festejos juninos, importantíssimos em nossa região, nada melhor que relembrar um dos nossos três grandes ícones, criados no século passado: o lendário Luiz Gonzaga. "O matuto que conquistou o mundo" soube, como ninguém, tornar em si um mix de simbologias do nordeste rural e transformar em produto, comparável a outros grandes ícones como Bob Marley ou Elvis Presley. O velho Lua se tornou, desde a década de 40, sinônimo de nordeste brasileiro, se equivalendo às duas figuras sagradas anteriores, Padre Cícero e o cangaceiro Lampião.

No ano passado publicamos, semanalmente, o nosso primeiro especial: Luiz Gonzaga: rei do baião, rei do Nordeste, baseado em meu TCC para o curso de licenciatura em História pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia - UESB. Dividido em dez partes, o texto apresenta uma pequena biografia do mestre e o situa como um dos três grandes ícones máximos da região. Apesar de fugir um pouco da nossa temática, o blues, podemos encará-lo como um correspondente brasileiro legítimo e fazer paralelos. A saga de Luiz Gonzaga é digna de todas as homenagens. Leia, conheça, comente, compartilhe por aí e valorizemos juntos o merecido rei do Brasil.






...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Qual sua opinião a respeito deste post?